28 de julho de 2013

Advogado: qual a vantagem de ser especialista?

Uma dificuldade que o advogado recém formado quase sempre enfrenta no mercado de trabalho é a dúvida sobre que caminho seguir, onde e o que explorar, como montar seu escritório, como alcançar uma vaga num escritório, etc. Esse blog tem o objetivo de ajudar advogados, inclusive, os novos advogados!

Todos sabemos que a advocacia é dinâmica. Sabemos que a mudança do mercado, da economia, dos valores e das atitudes socialmente relevantes, mudam a atuação profissional da advocacia e com isso geram a necessidade de novos profissionais.

Sabemos que os clientes almejam advogados cada vez mais especializados, capacitados em apresentar soluções rápidas e eficientes para seus clientes. Uma das consequencias é que a atuação do advogado ao longo do tempo deve se tornar mais especializada, de forma a valorizar, inclusive, os honorários advocatícios.

Realmente, quanto mais especialista é o advogado ou o escritório maior a facilidade que tem de compreender e resolver questões jurídicas de determinada área ou segmento. E isso atrai e fideliza a clientela: a capacidade de resolver com mais eficiência e eficácia o problema do cliente.

Quando se torna um especialista o advogado (ou o escritório) se torna um profissional (ou equipe) mais valorizado (ou valorizada), aumentando muito as chances de ser contratado ou procurado por um cliente e terá, também, efetiva chance de cobrar valores mais altos por seus serviços.

Veja, portanto, que é preciso conhecer nichos de mercado, tornar-se especialista em pelo menos um deles, para que o sucesso profissional se efetive de forma consolidada. Até por que o advogado ou o escritório especialista diminui muito a concorrência. E quem não tem concorrência tem uma estrada inteira para percorrer, sem trânsito, em tranquilidade.

Sabemos que o sucesso na advocacia também depende de tempo. Mas, é preciso começar! E quanto antes você começar, menor é o tempo de espera para o sucesso! 

Pensando nisso a OAB SP através da Comissão Estadual do Jovem Advogado e seu presidente Everton Zadikian, por intermédio da Coordenadoria de Gestão e Novos Mercados (a qual tenho orgulho de coordenar), criou um evento inovador e que poderá mostrar para você um caminho novo, especializado, em busca de mercados de trabalho pouco explorados e que precisam de profissionais como você!

No dia 3 de agosto (2013), no Teatro Gazeta, ocorreu a "I Jornada de Novos Mercados para Advogados". Ocorreram três palestras com temas específicos que precisam de muita atenção neste momento, pois representam grande volume de possíveis negócios para advogados:

Direito e Turismo
- O Brasil está aberto para inúmeras oportunidades ligadas ao turismo, seja com a construção de infraestrutura, como aeroportos, seja com o aumento efetivo e constante de viagens internacionais feitas por brasileiros, seja pelo fato de que o Brasil sediará mais dois grandes eventos focados em turismo nos próximos anos - Copa do Mundo e Olimpíadas.
- Isso traz oportunidade para advogados e escritórios de advocacia, seja para atuar em prol dos consumidores, dos hotéis, das empresas de transporte, das agências fomentadoras, etc.

Direito do Consumidor e Comércio Eletrônico
- A internet invadiu a vida das pessoas e o comércio, obviamente, entrou neste nicho de forma incisiva, sendo certo que não há uma regulamentação específica para tratar dos problemas inerentes ao comércio eletrônico.
- Hoje é possível além de comprar produtos contratar serviços pela internet como solicitar um táxi ou mesmo pedir uma refeição através de aplicativos de telefones celulares.
- Isso traz oportunidades para advogados atuarem na orientação e proteção dos interesses dos consumidores e dos fornecedores, ou seja, tem espaço para todo mundo.

Direito e Compliance
- Nunca houve tanta preocupação na área empresarial com os crimes e fraudes praticados na área empresarial, sobretudo, com foco no cumprimento das normas éticas e legais aplicáveis.
- A repatriação de recursos desviados com a finalidade de lavagem de dinheiro e evasão fiscal é um exemplo. O Brasil repatriou 40 milhões de reais nos últimos 5 anos por conta disso. E há advogados atuando nesse setor, com boa remuneração!

A maior prova da real atualidade dos temas, além do que acima apontado, é a recente publicação da legislação de combate à corrupção no Brasil: Lei n. 12846/2013, promulgada na semana passada! Isso tem tudo a ver com Compliance!

Agora, pergunte-se: em que você será especialista? Tenha foco e, alcançando, drible a concorrência!

Advocacia Hoje
Luis Fernando Chacon
@LuisFRChacon

2 comentários:

  1. Presença confirmadissima, show!!!!

    ResponderExcluir
  2. Luiz , tudo bem.Meu nome e Carlos moro no interior do RJ e gostaria de saber qual a pós que você pode me aconselhar em empresarial mesmo que seja EAD. agradeço antecipadamente.

    ResponderExcluir

Leitor, por favor, identifique-se!